09/04/2013

Pessoa

Nós, cada um de nós é Pessoa. E Pessoa é singular. É uma palavra de limites bem definidos, mas com uma dimensão inabarcável.
E eu desejo do fundo do coração saber sempre ser Pessoa. Individual, inimitável, insubstituível, infinita. Saber ser sem permitir nunca que  nenhuma outra Pessoa me viole as fronteiras. Nem nunca perder as rédeas da minha ousadia, deixando-a morder os limites alheios.
Repito isto como um mantra, tentando não perder o pé, não ser submergida.
Equilíbrio é uma bênção... mas também é um exercício extenuante, uma maratona...
Quão resistente és?

8 comentários:

  1. Tanto quanto uma Pessoa tem de ser :)

    ResponderEliminar
  2. Acho que não há nada tão difícil como o equilíbrio. Mantê-lo, sobretudo. São muitas as situações em que é fácil perder o pé. Mas também acho que são essas situações que nos ajudam a conhecer muitos dos nossos limites e fronteiras enquanto pessoas…
    Um beijinho querida Briseis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um desafio cansativo, mas delicioso, sem dúvida! =) um beijinho, Helena

      Eliminar
  3. A Helena deu um excelente comentário. Agora é que tu vais saber o quanto és resistente. Sim porque o amor dá-te forças que tu desconhecias. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. beijinhos, Mary...e obrigada, como sempre!

      Eliminar
  4. O equilibrio dá trabalho, muito trabalho! Mas compensa, é como ir ao ginásio :)

    ResponderEliminar
  5. Gostei dessa comparação, Poppy... eu até sou bastante motivada no ginásio... =)

    ResponderEliminar