05/05/2013

Leve

Eu sou igual. E tenho o mesmo peso.
Mas caminho de maneira diferente. Caminho com a ideia de que sou amada a puxar-me pelas mãos.
E o meu corpo eleva-se e os meus pés mal beijam o chão.

9 comentários:

  1. Andas leve, tão leve que o teu pensamento está sempre a seu lado. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Leoamiga



    Estou muito preocupado porque nuca mais vieste à nossa Travessa. E penso que não deves ter recebido o meu imeile em que contava a minha estranha doença. De repente, em minha casa a Raquel foi dar comigo sem falar, sem ouvir, sem me mexer. Naturalmente aflita chamou uma ambulância e levou-me ao Hospital de Santa Maria onde estive ou melhor estivemos pois a minha Raquel esteve sempre junto de mim durante onze horas! Bom, resumindo e concluindo, ali fizeram-me todas as análises ao sangue e à urina, uma TAC, um electroencefalograma e etc. No final das onze horas, o médico deu-me alta, mas finalmente eles não descobriram qual a causa da maldita doença. Tenho de dizer-te que foi um pesadelo, foi o pior dia da minha vida!!!!!!

    Entretanto, e porque nunca mais voltaste à nossa Travessa não descobriste que eu iniciara uma nova secção: ORA AGORA, VIRA em que escrevo contos policiais, com muitos crimes e muito sexo. Creio que esta informação serve para te abrir o apetite e vás lá…

    Por outro lado está lá colocado um novo PASSATEMPO/CONCURSO que tem como sempre os prémios das folhinhas indianas com figuras pintadas que talvez já tenhas recebido algumas por teres sido a vencedora de um outro. Se quiseres concorrer… concorre. Muito obrigado

    Qjs

    Henrique

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Ferreira, nada de motivos para preocupação... Simplesmente tenho tido muito que fazer... =) estimo as melhoras!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. ehhhhh.... aparentemente.... =) obrigada pela visita!

      Eliminar