23/03/2012

Ambientes inóspitos


São chatos... São medonhos. Fazem as plantinhas ficarem feias e ressequidas... Também, não é de admirar... Se todos os dias são uma luta pela sobrevivência, é natural que toda a sua energia se concentre em apurar a sua resistência, em revestir-se de uma carapaça dura, em camuflar-se, em criar egoísticamente reservas para quando chegarem dias piores... Que se dane a beleza e a vivacidade das cores mais a exuberância do porte... "Prefiro ser um cacto vivo, do que um narciso moribundo", é o lema. A culpa é do ambiente. As plantinhas não gostam de se transformar em coisas brutas e primitivas, sem cheiro nem cor, com picos ferozes. As plantinhas não gostam mas também não têm alternativa... Coitadinhas das plantinhas...
Abaixo o ambiente inóspito mais os germes, vermes e fungos que o fizeram assim!! EU NÃO QUERO TRANSFORMAR-ME NUM CACTOOOOOOOO!!!!

9 comentários:

  1. Deixa lá, se calhar os cactos até são bonitinhos por dentro ;)

    ResponderEliminar
  2. Olha que também há muita beleza num cato :)

    ResponderEliminar
  3. Teresa, Catsone e Luísa.. obrigada pelo carinho pelos ca(c)tinhos ressequidos! =)

    ResponderEliminar
  4. Tens uma visão dos cactos como a maioria da sociedade tem das pessoas... Vendo bem, o cacto por dentro até deve ser bonito :P

    ResponderEliminar
  5. Beeeeeeemm... acho que podemos inaugurar o clube de fãs dos cactos... Toda a gente os curte... =)

    ResponderEliminar
  6. Eu também não...mas às vezes apetece tanto!

    ResponderEliminar
  7. Siiim, Fabi... às vezes dá vontade de ter picos! =)

    ResponderEliminar