01/06/2014

"A Sétima Porta", de Richard Zimler

 
...e com este livro tomo a firme resolução de que não vou ler mais sobre a Guerra, Nazis, Judeus, Holocaustos, Pogroms e afins... este ano tenho tido tendência para me interessar, por um motivo ou outro, por livros com esta temática e já tive a minha dose. Agora só quero livros fúteis e ligeiros e felizes...
 
Encontrei-o com 20% de desconto no Fnac e, como tem mais de 600 páginas, foi irresistível, já que representaria leitura para muito tempo.
Richard Zimler, americano naturalizado português e a viver no Porto, atingiu maior reconhecimento após a publicação do Romance "O Último Cabalista de Lisboa", que não li. Sei, no entanto, que a personagem central desse livro, Berequias Zarco, é um antepassado de uma das personagens chave d'"A Sétima Porta", Isaac Zarco. Berlim é o centro da acção, que principia em início dos anos 30 e que continuará durante a ascenção inexorável no Nacional-Socialismo alemão e os horrores da Guerra.
Neste livro não há combates. Há o interior de lares berlinenses e as lutas secretas que cada um trava com a sua consciência e a sua vontade. Não há heróis fardados. As personagens que acompanhamos são, na sua maioria, pessoas com um qualquer tipo de deficiência física ou mental e judeus, ambos alvos favoritos do extermínio nazi.
A contadora da história é Sophie que, nonagenária e a viver em Nova Iorque na actualidade, relata os pormenores gravados a fogo na sua memória dos amores e amizades, perigos, dores e revoltas da sua adolescência e juventude.
Zimler é brilhante na forma como dá voz a dúvidas e anseios femininos. Tem sentido de humor requintado. E oferece-nos um leque de personagens maravilhosas, tão ricas.
 
Mas não quero mais ler sobre a guerra nos próximos tempos. Pronto.

4 comentários:

  1. Respostas
    1. É uma belíssima leitura, Carlos! eu fiquei muito impressionada!

      Eliminar
  2. ola minha querida amiga de longos tempos 'internauticos'!
    como vais?
    uma dúvida: essa obra tem alguma relação com o filme 'a nona porta'? bjs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Otário caríssimo... há quanto tempo... =)
      respondendo à tua pergunta: não. Nada a ver com a história demoníaca e marada da Nona Porta...

      Eliminar