17/06/2017

A vida é feita de milagres

...e um deles é ser capaz de escrever isto hoje, depois do post que escrevi ontem. Há milagres.
Não aconteceu nada. Não mudou nada, excepto dentro de mim. A luz acendeu-se. E eu vejo que se me desiludo com pessoas é porque estou a viver.
E se tenho memórias que doem e se carrego saudades e uma ternura imensa por quem já não faz parte da minha vida, é porque tudo valeu a pena. Se não houvesse esta dor, era porque nada havia a recordar ou perdas a lamentar.
Se tudo isto existe significa que eu também existo, e existem comigo escolhas e emoções.
E tudo é um milagre. Podia ser caos, a nossa vida. Mas é um milagre (quase) ordenado.

Imagem retirada da internet

4 comentários:

  1. As emoções só existem quando a pessoas está viva e verdadeiramente vive.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  2. Hum... vendo a coisa por esse prisma, Pedro, estou vivinha da silva! Alive and kicking...

    ResponderEliminar
  3. Se este acreditar se revelar como uma mais valia emocional,pois então que a luz continue acesa como "um milagre quase ordenado"

    ResponderEliminar